E HONRAR? ATÉ QUE PONTO?

“Honra a teu pai e tua mãe (que é o primeiro mandamento com promessa)” Ef 6.2

Sabemos o significado de “honrar”, que vai muito além de obedecer, e que a honra devida aos pais é incondicional. Mas, se surgir a pergunta: Honrar até quando? A resposta é: “Honrar sempre”.

Existem maneiras de faltar com a honra a uma pessoa. Vejamos:

Falar mal – Às vezes temos o impulso de falar mal de nossos pais em conversas com amigos ou namorado. Pensamos criticá-los por alguma falta de habilidade, dizendo por exemplo: Meu pai é “quadrado”! Não é esta a vontade de Deus conforme Provérbios 20.20.

Brigar – De acordo com Êxodo 21.15 “quem ferir pai ou mãe, deve ser morto”. O ensino de Jesus, mais exigente, nos diz que é possível ferir pessoas não só com as mãos, mas com a língua e ações (Mt 5.20-22). É possível ferir mais nosso pais com palavras e atitudes.

Ficar de mal – Deuteronômio 27.16 afirma que é amaldiçoado quem despreza pai e mãe. Assim, não podemos cultivar a atitude de “ficar de mal” ou evitar contato com eles, mesmo que por pouco tempo. Não podemos ficar indiferentes aos nossos pais.

Menosprezar – Menosprezamos nossos pais quando os julgamos pouco preparados, fora de moda ou admitindo que poderiam ser mais espertos. Nossos pais merecem honra, independente de como são.

Enganar – Um filho que honra seus pais não faz coisas às escondidas, não falta com a verdade pura e cristalina. Namoros escondidos, pequenos deslizes com a “tchurma” e outros segredinhos, não combinam com quem confere honra.

Desafiar – Deixa de honrar quem desafia os pais com atitudes provocadoras, sendo rudemente contrário às suas opiniões e não usando de amor e equilíbrio para resolver questões que surgirem. Não praticar o diálogo e sim o desafio é mal perante o Senhor.

Estas e outras, são maneiras de faltar com a honra aos pais e desobedecer a vontade de Deus para nossas vidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enter Captcha Here : *

Reload Image