SÍNDROME DE BURNOUT

Talvez você nunca tenha ouvido falar da Síndrome de Burnout, mas se você é um educador, assistente social, enfermeiro, líder religioso [pastor, diácono, presbítero, professor] ou se sua profissão é lidar diuturnamente com o ser humano, mantendo contato próximo com outros indivíduos, é um potencial candidato de, mais cedo ou mais tarde, vir a desenvolver alguns sintomas da síndrome.