BUSCAI A AMIZADE SINCERA!

“Todos esses cujas vidas são de Deus, são meus amigos do peito.” – Salmos 16.3.

Como era bom se pudéssemos realmente fazer deste versículo citado à cima mais que uma norma de vida, mas a mais pura realidade! Somos crentes, professamos a nossa fé em Jesus Cristo, às vezes frequentamos a mesma igreja, nos tratamos até como irmãos, mas, na verdade, nos mantemos distantes uns dos outros, de maneira que estamos longe de um verdadeiro relacionamento com aqueles que nos cercam.

No começo, não era assim. O que mais vai chamar a atenção dos pagãos no início do cristianismo, é a forma carinhosa e amigável com a qual os seguidores de Jesus Cristo costumavam se tratar. Deles, se dizia: “vejam como eles se amam”. De repente, nos transformamos num grande aglomerado de gente, em pessoas que vão à igreja receber sacramentos, pedir bênçãos, ouvir sermões e depois voltar para as nossas casas sem estabelecer uma relação de amor e amizade com aqueles que professam a mesma fé.

No entanto, a partir do instante em que Deus nos adotou como seus filhos, nos tornamos irmãos, de modo que é bom que os irmãos sejam, também, amigos. Ou alguém imagina ser natural que irmãos nem se falem, não se conheçam pelo nome, não se envolvam uns com os outros, não se dêem nem mesmo “bom dia”, quando se cruzarem pela rua?

Davi, o autor deste salmo, teve problemas seríssimos de relacionamento com os seus irmãos, que o invejavam o poder e a sabedoria. Depois terá problemas maiores ainda dentro da sua casa, tendo de apaziguar os seus filhos, que guerrearam entre si.

Mesmo com todos esses problemas, ele irá cantar salmos que celebram a amizade e o amor entre aqueles que servem a Deus, não perdendo de vista essa busca que todos nós devemos ter: uma vida de amor verdadeiro e de amizade sincera entre aqueles cujas vidas são do Senhor Jesus, nosso salvador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 3 =